quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Time Angelis



Vou falar: A Fazenda de Verão é melhor do que umas três ou quatro edições do BBB. Só não é exatamente tão bom quanto porque a Record não disponibiliza PPV, apenas uma câmera mais ou menos que sai do ar sempre que algo interessante acontece.

Eu me preocupo bastante com a questão do preconceito e intolerância no mundo atual e é exatamente sobre isso que quero comentar. Assistir a votação de ontem me deixou com muita raiva, por mais que seja só uma brincadeira, ver hipocrisia e ignorância nunca é fácil.

Quando a Angelis chamou o Haysam de veado durante a primeira festa foi preconceito sim. Daqueles estúpidos que sempre surgem em uma discussão feia. Ontem quando citou a palavra gay não foi. Chamar um gay de gay, uma mulher de mulher ou um negro de negro, só é preconceito quando a característica é usada como se fosse um xingamento ou como se aquilo automaticamente fizesse da pessoa inferior.
O problema do Haysam está longe de ser sua sexualidade. Entre muitos problemas que ele tem, um dos  piores é levantar uma bandeira a respeito da qual não sabe nada. Dizer que a Angelis é racista, pois identificou preconceito racial onde não havia, é atestado de burrice. Achar que está livre de ser preconceituoso por ser homossexual é mais do que isso, é hipocrisia das bravas.

Enquanto Angelis o chamava de veado, ele retrucava a chamando de baranga, cafona, gorda e mais tarde de vadia e puta. Se Haysam não sabe são todos termos preconceituosos e associados historicamente às mulheres. Sempre que uma mulher rompe o padrão de submissão e se diz dona do próprio corpo e vida é chamada de vadia. Aquelas que lutaram pelo direito de trabalhar fora, estudar, votar e não ser propriedade masculina já eram chamadas assim no século passado.
Sem falar na atitude odiosa de jogar um copo com água na cara da garota. Coisa que todos os outros participantes fingiram que não viram.
Claro que a Angelis está longe de ser um modelo de perfeição. Ela é estourada e um pouco infantil, mas também não é o monstro pintado pelo grupo.
.

A rejeição de todos  em relação à Angelis fez dela uma oponente que nenhum deles é capaz de vencer por enquanto. O único perigo é a pressão ser tão grande que ela decida sair por conta própria. Não sei quem a Record vai colocar no lugar do Simões, mas é bom que seja um aliado para a Angelis. Ela só tem o Raphael ali dentro, e isso é o mesmo que nada. Seu companheiro de celeiro não vai se comprometer por ninguém. Infelizmente sua estratégia é se fingir de morto para não entrar na mira do grupo. O que, é claro, já aconteceu.
Grupo, aliás, deliciosamente burro. Certeza absoluta que  de que nunca assistiram outro realitty na vida e se assistiram não entenderam nada. Ver gente assim me dá esperança de que o BBB13 seja bom

3 comentários:

Lori disse...

Adorei seu post, mas eu acho que faltou notar uma coisa: a confusão da festa, o barraco original começou por que?

A Angelis começou a xingar a todos dizendo q estava 'defendendo' o Rafa, de que? Da suspeita q o Haysam levantou dele ser gay, qdo disse q achou q ele o estava paquerando.

Houve até um momento q ela falou algo tipo 'não vou deixar q eles fiquem falando q meu amigo é viadinho'.

Pra mim ela é um dos seres mais asquerosos da face da terra. Pq toda a violência daquele barraco foi uma violência homofóbica.

Concordo com vc q o Haysam também usou xingamentos preconceituosos naquele barraco, mas repare só: depois disso ele a chama de monstro, dissimulada, falsa. Praticamente nenhum xingamento preconceituoso, enquanto a Angelis continua derramando sua homofobia em cima dele.

Aquela votação foi um show de horrores pra mim, por reforçar a ignorância no que diz respeito à causa LGBT. Da mesma forma q eles não sabem clarear e expor o discurso homofóbico da Angelis as pessoas q assistem também não consegue enxergar o quão nojento é esse discurso.

E além disso, provavelmente pela baixa audiência, esse assunto não vem a tona e os ativistas LGBT não debatem o problema. Eu acho q tem mta gente tendo seu preconceito reforçado pelo q está acontecendo e com essa manifestação generalizada de torcida pela Angelis (do pessoal LGBT inclusive).

Pq eu não vejo problemas em torcer para q ela continue no programa, pq eu adoro reality show e gosto mto quando surge um vilão tão escroto qto ela, mas não tenho notado sua vilania sendo exposta, e sim as pessoas a defendendo e a adorando como se ela fosse maneira e admirável. Me dá medo.

Anônimo disse...

No dia da saída do Simões ele chamou a Angelis de Puta e Vadia aos gritos.

Na minha opinião o barraco da festa foi cusado pelo Haysam e pela Bianca.
Eh ridiculo qnd qualquer pessoa (gay ou hetero) transforma uma brincadeira inocente em praticamente um ass´pedio sexual. E se lembrar direito, eles não colococaram só o Rafael no meio,disseram que a Angelis o incentivou a ficar com o Rafael.
A Angelis usou a sexualidade do Haysam na briga (como ele usou seu gênero, peso e sotaque), mas a discussão não aconteceu por causa dela e sim pela babaquice do Haysam.

capuccino na caneca disse...

Arrasou, vc usou as palavras de todos os telespectadores,tudo o que queremos dizer vc disse... e ainda mais....sou uma das que querem que a Angelis elimine um por um.

meu blog: http://capuccinonacaneca.blogspot.com.br/